segunda-feira, 11 de dezembro de 2017


CARTA DA ÍNDIA PARA ARTUR II

Caro filho Artur,

Descobri este jeito de unir meu desenho com estes papéis indianos,
Fazendo síntese Oriente – Ocidente.

Tudo bem por aqui. Faz parte da minha yoga ouvir um pouco de música num instrumento bonito, os mantras ajudando a gente a relaxar e encontrar a paz interna.

Meu professor conhece um mestre de flauta em Madras e já está procurando se informar de alguma coisa para você no futuro.

Como vai de Retiro das Pedras? Escreva contando notícias daí, se está tudo bem.
As flores daqui são as mesmas daí. Dá muito buganville, o coqueiro, cravo de defunto e todas essas florzinhas amarelas do Retiro.

Uma coisa maravilhosa é o espaço. Há espaço nas praças, nos parques, as cidades crescem em horizontal, poucos prédios, nenhuma especulação imobiliária.

Krishna e Radha, famosos deuses do amor estão aí para ajudar vocês.

Um beijo de sua mãe,
Helena

*Fotos de arquivo


VISITE TAMBÉM MEU OUTRO BLOG “MINHA VIDA DE ARTISTA”, CUJO LINK ESTÁ NESTA PÁGINA


terça-feira, 5 de dezembro de 2017


CARTA DA ÍNDIA PARA ARTUR I

Caro filho Artur,

Escreva-me contando notícias daí. Tenho descansado bastante, lido e investigado aos poucos o mistério deste povo. São tão carinhosos com a gente aqui no hotel. O povo é simpático, tem sempre um sorriso cordial para os ocidentais como nós, entrosados com eles. 
Escuto música oriental aqui no quarto mesmo e meu professor de yoga toca “veena” todas as tardes e canta “ragas”. Suas aulas são dadas no terraço da casa, com macacos pulando nos coqueiros...

Resolvi escrever sem condicionamento as minhas cartas. Dá mais trabalho para ler, mas, para que ter pressa? Este negócio de pressa só serve para apressar a gente à toa. Acho melhor desenhar e bordar as cartas. Por enquanto minhas tintas estão guardadas, não pintei nada.

Helena

*Fotos de arquivo


VISITE TAMBÉM MEU OUTRO BLOG “MINHA VIDA DE ARTISTA”, CUJO LINK ESTÁ NESTA PÁGINA.